#2016aFazerdasSuas – Paris

Hoje escrevo sobre mais uma óptima experiência deste ano, 25 anos em Paris.

Já vinha a pensar há algum tempo num destino para comemorar o quarto de século, e em conversa com amigos pôs-se a possibilidade de ir até Paris (ora que bem, boraaaa !)

O que visitar?

  • Torre Eiffel
  • Jardins du Trocadero
  • Champ de Mars
  • Catedral de Notre-Dame de Paris
  • Arc de Triomplhe
  • Grand Palais
  • Pont des Arts
  • Passeio de barco no Sena
  • Galerias Lafayette
  • Museu do Louvre
  • Champs-Élysées
  • Basílica de Sacré Coeur
  • Jardim de Luxemburgo
  • Catacumbas de Paris
  • Le Relais de L’Entrecôte

Conseguimos visitar a maioria destes sítios que mencionei em cima, não consegui ir às Catacumbas, pois a fila de pessoas para as visitar dava a volta ao quarteirão, confesso que nunca vi tal fila na minha vida.

Aconselho vivamente o passeio de barco no Sena, nós conseguimos fazê-lo no segundo dia após termos visitado a Torre Eiffel pela manhã. Almoçámos num restaurante junto ao rio, um barco restaurante e aproveitámos uma promoção de menu de almoço + passeio no Sena. Com este passeio conseguimos ver grande parte dos pontos importantes de Paris, sair nas paragens que quisermos e voltar a retomar o barco. Este trajecto funcionava como um “autocarro” do Sena, com paragens e com passagens do barco a cada 15/20 minutos.

paris01

paris03

paris05

paris04

paris02

paris06

paris07
paris09

paris08

LeRelaisdeLentrecote

Sendo o nosso grupo bastante amante de comida, e da boaaaa, tá claro que antes de chegarmos a Paris já sabíamos alguns pontos gastronómicos que exigiam a nossa paragem em modo obrigatórioooo. Sem dúvida que o Le Relais de L’Entrecôte foi das melhores descobertas que fizemos. No primeiro dia passámos lá perto para ver onde era ao certo, mas estava fechado. No dia seguinte decidimos ir lá jantar e por voltas das 20h lá fomos nós… espanto o nosso quando chegámos e a fila era gigantesca..  bem parece que temos de vir dormir para a porta do restaurante amanhã – e no dia seguinte foi mais ou menos isso que aconteceu. E sabendo que o restaurante abria por volta das 19h, planeámos as 18h já andar lá perto. Chegámos as 18h30 ao restaurante e já havia uma fila bem jeitosa – nossa, isto deve de ser bem boooom! Entrámos e saímos mega satisfeitos, nota 20 !

moulin

lafayette

Visitámos o Moulin Rouge, as Galerias La Fayette, e são sem dúvida pontos de paragem obrigatório. Sendo uma viagem de comemoração do meu quarto de século não podia vir embora sem um miminho bem ao estilo francês. ehheheheh

paris10

Deixe uma resposta